Modelos de Sanca de Gesso e Rebaixamento de Gesso

Utilizar o gesso para embelezar qualquer cômodo é uma ótima opção, principalmente na Sala de Estar. Sancas de gesso são perfeitas para deixar qualquer lugar super convidativo e ainda valoriza todo o ambiente. Aqui você aprenderá tudo sobre sancas de gesso, como fazê-las e muitas dicas. Confira Abaixo!

Sanca de Gesso

Sanca de Gesso é um tipo de moldura de gesso colocado alguns centímetros abaixo da laje, instalada no encontro entre as paredes e o teto. Normalmente, no interior desta moldura, no vão criado, são instaladas a iluminação que reflete no teto e ilumina o ambiente. O teto se torna uma espécie de refletor. Podem ter diversos formatos e embutir iluminação ou não, fica a critério do gosto do cliente.

sanca de gesso invertida
Sanca de Gesso Invertida

 

Em outras palavras, é um rebaixamento de gesso feito alguns centímetros abaixo do forro de gesso, em suas laterais.

As Sancas de Gesso estão cada vez mais “cobiçadas” por pessoas em todos os lugares, pois trazem modernidade e conforto ao local.

 

Modelos de Sanca de Gesso

Dentre os modelos de Sanca de gesso, encontram-se:

Sancas Lisas – Não possuem detalhes, padrões ou texturas no gesso. São as mais simples.

Sancas Decoradas – Podem possuir vários detalhes decorativos como cores, padrões, texturas, curvas e desenhos. Existem modelos prontos ou outros onde há a necessidade de um artista para fazê-las.

Sancas Abertas – São os modelos de sanca mais comuns. Neste modelo de sanca a abertura da moldura fica voltada para o centro do cômodo. No vão, a luz fica voltada para o forro do teto e desta maneira o centro do ambiente recebe iluminação indireta.

As luzes ficam embutidas no vão, iluminando indiretamente através da reflexão da luz criada no teto. Desta maneira cria-se uma sensação de que a luz está saindo do teto e normalmente não é possível ver as lâmpadas.

Sancas Invertidas – É o oposto das Sancas Abertas. Neste tipo, o vão fica voltados para as laterais ao invés de ficar voltado para o centro. Os cantos e paredes recebem a iluminação indireta e são eles que refletem a luz para o ambiente. Por serem invertidas, o centro do teto é fechado e apenas os cantos possuem vãos onde são instaladas a iluminação. Este modelo de saca é muito semelhante a um rebaixamento ou forro de gesso.

Sancas Fechadas – Neste tipo não apresenta nenhum vão onde fica a iluminação. Só é possível usar iluminação direta, como spots. Esse iluminação normalmente encontra-se no centro do teto.

Sancas Rasgos de Luz – Apresentam cortes na moldura de gesso onde são instaladas a iluminação.

 

Todos os modelos de sanca podem conter iluminação ou não. Esta é uma decisão feita pelo proprietário, porém, a iluminação traz um resultado significativo e marcante.

 

Diferença Entre Iluminação Direta e Indireta

Iluminação Direta –

É o tipo de iluminação em que a luz incide diretamente sobre objetos e superfícies. São utilizadas principalmente em locais de leitura e escritórios.

Luzes diretas são muito usadas quando se quer evidenciar algum lugar ou objeto.

Compõem a iluminação direta os spots, luminárias, abajures e pendentes.

iluminação direta

Iluminação Indireta –

Neste tipo de iluminação a luz é incidida em alguma superfície e então refletida sobre o local desejado. O objetivo é criar um ambiente mais calmo e aconchegante.

É muito utilizada em recepções de escritórios.

Vale lembrar que utilizar somente luz indireta pode deixar o ambiente escuro, portanto, é importante combinar os dois tipos de iluminação.
iluminação indireta

 

Que Iluminação Escolher?

O ideal é conciliar os dois tipos de iluminação e poder escolher qual usar nos momentos adequados. Uma sugestão é instalar iluminação direta no centro do teto e iluminação indireta nos vãos das sancas de gesso. A harmonia é atingida quando ambos os tipos de iluminação estão disponíveis e são usados de acordo com sua finalidade.

 

Sanca de Gesso X Rebaixamento de Gesso (Forro)

Muitas pessoas fazem uma confusão para entender a diferença de sanca de gesso e rebaixamento de gesso. Na verdade não é muito difícil de compará-los e ver as diferenças.

  • O rebaixamento de gesso fica sobre a laje e substitui o teto, também é conhecido como forro. Já a sanca é uma “moldura” em volta do teto e parte superior da parede, e centro do teto fica à mostra.

autocad 3d vantagem

  • O forro ou rebaixamento de gesso cria uma sensação de o teto ter descido e fica um vão entre as paredes e o teto. Da a impressão de o teto ter se afastado alguns centímetros da parede.

Muitas pessoas confundem o rebaixamento com a sanca invertida. A principal diferença é que nas sancas há iluminação indireta e no rebaixamento não, apenas iluminação direta.

 

Dicas na Hora de Escolher o Modelo de Sanca de Gesso ou Rebaixamento de Gesso

dicas sancas e rebaixamento de gesso

Dica 1 –

Alguns cuidados devem ser tomados na hora de escolher o modelo de sanca. É importante ver se há espaço suficiente para a sanca ficar harmoniosa com o ambiente após pronta. Pelo fato de ter em média de 20 a 30 centímetros de largura, em ambientes pequenos pode criar um aspecto estranho.

Dica 2 –

Opte por colocar um móvel centralizado abaixo da sanca de gesso. O efeito gerado por esta combinação é incrível. Tanto a mobília se destacará, quanto a sanca ficará em evidência de maneira discreta.

Dica 3 –

Apesar das sancas de gesso serem extremamente bonitas e recomendadas para quase todos os tipo de ambientes, verifique a altura do pé direito do local onde pretende coloca-la. Se o teto for muito baixo, será difícil adaptar uma sanca de gesso, pois ela ficará mais baixa ainda. Trará também a sensação de o lugar ser muito mais baixo do que realmente é, e não é este efeito que queremos. A altura mínima recomendada é 2.5 metros.

Dica 4 –

Apenas se você realmente souber como funciona um projeto luminotécnico, faça você mesmo. Se você achar que sabe, contrate alguém que trabalhe com isso. Não é apenas instalar pequenos pontos de luz na sanca de gesso. Caso os pontos de iluminação sejam colocados em locais inapropriados, o resultado será terrível e o ambiente não ficará agradável. Lembre-se que para uma sanca de gesso trazer o resultado que você espera, ela deve estar em perfeita harmonia com a iluminação e de maneira bem uniforme.

Dica 5 –

Escolhas pontos estratégicos para revestir com sancas ou rebaixamento de gesso. O objetivo desses revestimentos é valorizar o local e dar um destaque em alguma parte da casa. Evite colocar em todos os cômodos, pois o que deveria ser uma exclusividade se tornará algo comum e perderá seu encanto.

 

O Rebaixamento de Gesso

Também é popularmente conhecido como forro de gesso. É muito comum ser utilizado em situações onde o ambiente tem um pé direito muito alto.

FONTE: Ponto Chique
FONTE: Ponto Chique

 

O rebaixamento de gesso é um rebaixamento feito no forro usando o gesso como material. Ele cria a impressão de se ter descido a altura da laje. O rebaixamento de gesso ainda é utilizado como suporte para projetos de iluminação, podendo-se instalar vários pontos de iluminação sem danificar a laje.

 

Vantagens da Sanca de Gesso e do Rebaixamento de Gesso

sanca de gesso aberta
Sanca de Gesso Aberta

 

Dentre as vantagens do rebaixamento de gesso, destacamos estes abaixo como os principais:

  • Acabamento impecável.
  • Facilidade de fixação na laje.
  • Muito prático.
  • Baixo custo.
  • Perfeito para cobrir defeitos na laje e imperfeições.
  • Muito fácil de ser retirado, quando necessário.
  • Valoriza o ambiente.
  • Embutir cortinas sem deixar a mostra os trilhos e varões.
  • Iluminação mais elegante
  • Ambiente mais convidativo

Cuidados –

O Rebaixamento de gesso não tem a mesma resistência que uma laje. Evite pendurar lustres demasiadamente pesados diretamente no forro.

cuidados 

Após todo este conteúdo ainda pode vir algumas perguntas:

Qual é o mais apropriado para mim? Sanca e Gesso ou Rebaixamento de gesso? Posso Usar ambos?

 

Além do propósito de embelezar e muito o lugar, as duas adaptações tem funções diferentes. Para responder a estas perguntas, outras perguntas precisam ser respondidas.

A iluminação que procuro é direta ou indireta?

Procuro rebaixar o teto ou apenas embelezar o local?

O pé direito é alto ou baixo?

 

Essas perguntas ajudarão a tomar a decisão. E caso queira utilizar os dois recursos (rebaixamento e sanca), não há nenhum problema! O importante é fazer um projeto e tentar visualizar no resultado no papel ou em algum software de desenho 3D. Se o projeto for bem feito e o serviço bem executado, com certeza o resultado será magnífico e o imóvel valorizado.

 

Gostou do Conteúdo? Então Indique para um amigo! Com certeza alguém está precisando de umas dicas.

 

 Quer Receber Novos Conteúdos por E-mail? É Simples!

Toda semana um novo conteúdo estará disponível para os leitores que seguem nosso blog (é gratuito). Para seguir nosso blog, basta clicar na aba Siga O Dicas Arquitetura que fica no canto inferior direito de sua tela, colocar seu e-mail e EnviarPronto, você estará seguindo o Blog.

 

  • VEJA TAMBÉM:

O Que É Uma Casa Container?

O Que é Planta Humanizada e Como Fazer?

O Que É Planta Baixa?

Dicas Arquitetura
Seguir Dicas Arquitetura:

Arquiteto e Autor do Dicas Arquitetura

Arquiteto e Autor do Dicas Arquitetura